O que fazer com os presentes que não usamos?

domingo, janeiro 04, 2015


Nossa cultura tem como valor nas datas comemorativas a troca de presentes, doando coisas físicas para outra pessoa como forma de demonstrar afeto e carinho. Natal e Ano Novo passaram e com isso a gente acaba acumulando muitos presentes. Eu adoro sim ganhar presentes, não vou mentir, ou agradar as pessoas que eu gosto, mas acho que hoje em dia existe quase uma obrigação de presentear em todas as ocasiões possíveis. E a dura verdade é que nem sempre a gente gosta e usa tudo o que ganha. Muitas vezes ganhamos coisas que nem mesmo precisamos.
A maioria das pessoas não quer deixar ninguém irritado ou ofendido, por isso aceitamos tudo de coração aberto e ficamos muito felizes por sermos lembrados. A verdade é que precisamos nos livrar dos presentes que não nos foram úteis. E a boa notícia é que a maioria das pessoas não vai nem notar, ou não vai se importar. Mas é claro que algumas pessoas podem ficar ofendidas, o que é normal.
Então livre-se das coisas que não estão agregando valor à sua vida. Doe, venda ou jogue fora. Livre-se disso para que você possa focar no que realmente importa.

A ideia mais sustentável

A maioria das pessoas não vai notar se você repassar (dar a alguém) o presente que ganhou (e que não vai ter utilidade para você), mas algumas pessoas podem se ofender, e não há nada de errado nisso. Só tenha em mente que não é feio passar o presente que você ganhou para frente, se ainda não tiver sido usado, claro. Dê a outra pessoa que você sabe que irá gostar ou que esteja precisando. Só tome cuidado para ter certeza que a pessoa que lhe presenteou não se ofenderá com tal atitude. Acredito que seja melhor fazer isso do que ficar com tralha acumulada em casa ou jogar tal coisa fora em ótimo estado, gerando mais lixo ainda para o ecossistema.

A melhor coisa a fazer

Na minha opinião, é aceitar o presente e, em outra oportunidade, explicar para a pessoa que lhe deu o presente o que é o minimalismo, e explicar que você prefere ganhar uma experiência do que um objeto físico, inclusive esta pessoa pode lhe acompanhar quando você for desfrutar do seu presente, o que pode ser muito enriquecedor para estreitar os laços entre vocês.
Ou, para que não ocorra de você acumular presentes, toda vez que alguém lhe perguntar o que quer ganhar em alguma data especial, responda com o que realmente deseja, como livros ou algo que esteja precisando no momento. 

Só guarde mesmo uma presente nessa situação se tiver um valor sentimental muito grande pra você. Mas essa coisa de "valor sentimental" em coisas materiais também pode ser discutida em outro post.

É isso, amores. Espero que tenham gostado da dica. E: desapegue, deixe-ir!

Outro post sobre presentes e minimalismo: http://www.coisasfuteis.com/2014/11/minimalismo-nos-presentes-e-dicas-diy.html

Você também poderá gostar de

5 comentários

  1. Acho que nunca recebi um presente que de que não gostei então nunca tive que passar por isso mas acho que se acontecesse eu ia dar um jeito de customizar para utilizar ^^

    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jura, Betânia? Que sorte a sua!
      Muito boa essa ideia também, sabia? Ainda não tinha pensado nisso.
      Beijos!!

      Excluir
  2. Játive vários presentes que ganhei e não gostei, principalmente daquela tia distante sabe? Sempre tento doar, caso alguém próximo (mãe, irmã) não queiram.
    Acabei de conhecer seu blog, AMEI o layout <3

    Beijos, http://loveiscolorful.com/inspire-se-calca-estampada/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Barbara. Tias distantes, avó...
      Obrigada e seja muito bem-vinda!

      Excluir
  3. minha madrinha não convive muito comigo e sempre me dá presentes que não são muito a minha cara. eu acabo oferecendo para outra pessoa, que talvez irá usar mais do que eu.

    ResponderExcluir

Subscribe