Desapegue-se do medo de desapegar

sexta-feira, outubro 17, 2014


A maioria de nós, seres humanos, tem dificuldade de desapegar do que quer que seja. Eu nunca tive problemas em desapegar das minhas roupas porque isso me foi ensinado desde o berço. Mas das pessoas... ah, como é difícil! Ainda é algo que vou aprender, se Deus quiser.
Tenho sempre em mente que, para que novas coisas cheguem, é preciso darmos espaço para elas. Tem muita coisa parada em nossa vida que precisamos passar para frente, para que novidades apareçam. E isso vai desde coisas materiais, até sentimentos. É muita coisa desnecessária ocupando espaços importantes, e a maioria delas só estão ali por comodidade ou hábito. Vamos liberar nossas gavetas? Nosso coração?

Desapegar de uma pessoa amada é bem mais difícil do que doar uma roupa que já não lhe agrada mais. Mas também não é impossível. Quando você conseguir 'deixar ir', com certeza sentirá uma leveza e um alivio sobre os ombros. E o mais importante para conseguirmos dar esse passo é nos libertarmos do egoísmo, pensar que as pessoas sim precisam ir e que as coisas materiais que não nos são mais úteis, podem ser para outra pessoa. Desapegue não por você, para se livrar de algo que incomoda, mas desapegue pelo simples fato de enxergar que há pessoas no mundo sem nada, enquanto você tem tanto.

Por isso, vamos desapegar? Esse termo, que pode parecer tão clichê, carrega consigo muitas coisas positivas. E eu lhe convido a começar pelas coisas materiais. A partir disso você vai ver como tudo vai ficando mais fácil.

Estou pensando em colocar na minha cidade um projeto de doações em prática, e já separei tudo isso da foto, graças a Deus. Todas as roupas estão em bom estado, só não me agradam mais (na verdade, algumas nunca agradaram). É muito importante que as roupas estejam novas, não adianta doar coisas acabadas e destruídas. Pense sempre: se não serve pra mim, se está rasgada, velha, não vai servir para outra pessoa também. Não é porque a pessoa tem menos condições financeiras que você, que ela precisa usar qualquer coisa, não é mesmo?
Enfim é sempre ótimo me desapegar de roupas. A cada 3 meses, aproximadamente, eu tiro algumas peças e dou para o bazar do meu centro. Dessa vez fiquei quase sem, já que estou desde janeiro sem comprar (entenda melhor aqui).

Esse tipo de atitude traz benefícios aos outros e, principalmente, a você. Teste e depois me conte como é a sensação. Você que é blogueiro (a), que tal entrar nessa corrente e doar o que não te serve mais e também incentivar seus leitores a fazer o mesmo? Ah, e é óbvio que você não precisa ser blogueiro para fazer isso. Todos nós temos necessidade de deixar ir embora tudo o que não nos serve mais, em todos os âmbitos da vida. 

"Alguns dentre vós são pobres, acham duro viver, e estão, por assim dizer, esforçando-se por respirar. Não me resta dúvida de que alguns leitores deste livro não têm meios de pagar todos os jantares que comeram ou os casacos e sapatos que estão depressa se gastando ou já se encontram gastos, e defrontam-se com esta página por conta de uma horinha emprestada ou roubada, passando para trás os credores.
Simplicidade, simplicidade, simplicidade! Tenha dois ou três afazeres e não cem ou mil; em vez de um milhão, conte meia dúzia… No meio desse mar agitado da vida civilizada há tantas nuvens, tempestades, areias movediças e mil e um itens a considerar, que o ser humano tem que se orientar – se ele não afundar e definitivamente acabar não fazendo sua parte – por uma técnica simples de previsão, além de ser um grande calculista para ter sucesso. Simplifique, simplifique." (Walden - Henry D. Thoreau)

Você também poderá gostar de

2 comentários

  1. Gostei do texto, e é verdade! Devemos desapegar de muitas coisas.. desde roupas até pessoas que não nos acrescentam em mais nada! Também sempre separo algumas roupas pra doar.. e o que você falou "se não serve pra você, porque vai servir pra outra pessoa que tem menor condição financeira?" é algo que o meu pastor sempre diz, devemos doar como gostaríamos que doassem algo pra nós! Amei o post .. Que Deus te abençoe! Beijão <3

    aquela-queune.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Nossos dias são tão vazios que temos medo de desapegar, jogar fora, dar um passo maior... Beijos

    O problema é que as pessoas não sabem o que dizem, e mesmo assim continuam a falar demais. Beijo

    Mundo de Nati
    Fan Page Mundo de Nati

    ResponderExcluir

Subscribe