12 fevereiro 2016

Transforme seu banheiro em um santurário



Gostaria de começar frisando que, em tempo de crise hídrica, esse post não deve ser lido como uma apologia ao desperdício de água. Pelo contrário! Leia todas essas dicas e aplique-as ao seu dia-a-dia com consciência.


Eu adoro olhar para o banho como um tempo para entrar em um mini tratamento de spa. É claro que seu principal objetivo é limpar o corpo, mas eu realmente sinto que ele pode ter um efeito calmante e relaxante sobre a mente também.

A chave para criar um bom espaço no chuveiro, na minha opinião, é abordar mais do que apenas um dos sentidos. Não é apenas sobre a forma como o seu espaço se apresenta - apesar disso ser uma parte importante. É também sobre os aromas flutuando no ar, os sons que fluem através de seus ouvidos, e a sensação de tudo o que atinge a pele. Aqui estão algumas maneiras de transformar seu banheiro em um santuário.


Remova as embalagens, os rótulos e etiquetas

Em primeiro lugar, remova qualquer coisa que não faz você se sentir à vontade. Para mim, o que sempre me incomodou foram os coloridos recipientes de produtos de beleza com texto escrito por todos os lados. Claro que há muitas marcas que vem com embalagens bonita, que parecem naturais e tem texto mínimo, mas quando se trata dessas embalagens que não são tão bonitas, remova-as do seu chuveiro. Coloque esses produtos em uma variedade de belas garrafas e frascos. A chave é usar qualquer coisa que faz você se sentir como se estivesse dando-se um tratamento especial.

Encha o seu espaço com plantas

Acho mágicas aquelas imagens de chuveiro ao ar livre, e você pode trazer essa mágica para o seu chuveiro interno, colocando algumas plantas lá, contanto que você tenha um espaço disponível e um pouco de luz natural para mantê-las vivos. Andei pesquisando e vi que algumas plantas que se dão bem em ambientes internos e úmidos como o banheiro são: violeta, miniespada-de-são-jorge, rosa-do-deserto, aspargo rabo de gato ou pluma, asplênio, aspidistra, bálsamo, caládio, cactus, kalanchoe ou flor da fortuna, dinheiro-em-penca, punhal malaio e lírio da paz.



Adicione pedras/cristais

Não é todo mundo que acredita nisso, mas se você gosta... Encontre alguns cristais que você ama, energize-os com a luz do sol ou a lua e coloque-os em uma prateleira em meio a seus produtos de beleza, por exemplo. Não só vão ficar lindos de se ver, mas vão ajudar a criar uma bela atmosfera positiva e cheia de energia. Você pode conferir um post sobre como limpar, energizar e programar seus cristais.

Toque músicas calmantes

Nada acalma a alma completamente como camadas de som que vem juntas em perfeita harmonia. Encontre um alto-falante que pode resistir à umidade ou simplesmente coloque-o na porta, ao lado de fora, e cuide de seus ouvidos com as suas músicas favoritas a cada dia. A melhor parte disso é que você começa a controlar o que você ouve, então você pode basear sua lista de reprodução no chuveiro sobre como você está se sentindo atualmente - ou de como você quer sentir.




Introduza aromaterapia

Aromaterapia é uma ferramenta que tem sido usada para curar a mente desde os tempos antigos, e seu banheiro pode ser o lugar perfeito para usá-la. Pendure plantas recém cortadas como o eucalipto, lavanda e alecrim em seu chuveiro com barbante, ou preencha um difusor com uma mistura de óleo essencial e coloque na sua pia. O vapor do chuveiro vai pegar os aromas e espalhá-lo em todo o banheiro, e eles irão levantar o seu espírito, acalmar a sua mente, e revigorar você.

Faça sua própria esfoliação

Já faz bastante tempo que trago aqui no blog sobre cosmetologia natural e os malefícios de muitos produtos sintéticos. O que nós colocamos em nossa pele tem um enorme impacto sobre a experiência geral do banho e na nossa saúde. Eu sugiro que você tente fazer seus próprios esfoliantes corporais - como uma mistura simples de açúcar e mel ou com café e limão. É divertido brincar com os ingredientes e encontrar uma receita que combine com você e te traga boas sensações.



Sabonetes artesanais

Essa coisa do sabonente natural entra tanto nessa parte de benefícios ao corpo e à saúde, quanto na aromateria. Já fiz algumas resenhas aqui no blog de sabonetes naturais e é indiscutível como eles trazem outra experiência e outra sensação ao banho. As barras de saboarias artesanais geralmente são livres de substâncias químicas nocivas, ricos em cuidados com a saúde e com o meio ambiente.

Esponja vegetal

Eu não consigo usar esponjas vegetal porque acho agressivas à pele, a minha é super delicada. Mas de vez em quando gosto para esfoliar levemente áreas que acumulam líquido, como o bumbum (as famosas celulites) e até mesmo para tirar sujeitas do corpo como canetinha, tinta, terra, etc, que são de difícil remoção só com sabonete. E existem pessoas que não conseguem tomar o banho sem uma esponja. Então, a mais indicada é a esponja vegetal, que é um produto biodegradável e, por isso, é a opção mais sustentável a ser utilizada no dia-a-dia. 
A bucha vegetal ativa a circulação sanguínea, o que previne o aparecimento de celulites e retira as células mortas, o que provoca a renovação da pele. Além disso, é um esfoliante natural o que evita as danadas das estrias de surgirem na pele. Elas são relaxantes e podem ser usadas no corpo inteiro, menos no rosto. 
Porém, é preciso ainda ficar atento ao armazenamento, pois elas podem acabar gerando uma proliferação de bactérias, por estarem em ambiente úmido e acumularem células mortas.

1. Deixe a esponja secar: tire-a do ambiente úmido do chuveiro. O ideal é que a área do chuveiro tenha uma passagem de ar suficiente para que a bucha possa secar completamente entre um banho e outro. Deixe a janela do banheiro aberta, a porta do chuveiro, idem, e deixe a bucha fora do chuveiro para secar melhor. Se quiser ser ainda mais cuidadoso, ensaboe e enxague a bucha depois de tomar seu banho e então a pendure para secar.
2. Substitua sua esponja: se ela mudar de cor ou ficar com cheiro, é hora de comprar uma esponja nova.
3. Coloque a esponja no microondas: é crucial higienizar a bucha corretamente.De vez em quando coloque-a no microondas por 20 segundos enquanto estiver úmida, como é recomendado fazer com esponjas sintéticas. (Não ponha a esponja no microondas com qualquer coisa que possa derreter ou pegar fogo, e certifique-se de que ela está totalmente úmida.)

Termine com uma boa toalha ou roupão

Não precisa ser a mais cara, nem a mais linda, bordada com fios de ouro. Mas procure encontrar uma toalha confortável, porque nada pior que sair do banho e se secar com uma toalha dura, que arranha e maltrata a pele. Procure uma toalha que te deixe confortável e aconchegada quando o ritual do banho chegar ao fim.

É isso, pessoas! Espero que tenham gostado e se inspirado com essas ideias. Beijos e até a próxima.

Leia também:
Como transformar sua casa em um local aconchegante

17 janeiro 2016

Dicas para ter foco nos estudos em casa


Acho que esse deve ser o milionésimo post sobre dicas de estudos que publico aqui no blog, mas é porque estou sempre me conhecendo, aprimorando minhas técnicas de organização, e acho sempre legal compartilhar aqui com vocês um pouco dos meus aprendizados, que podem servir pra ajudar alguém que está na mesma situação que eu. 
Pra quem não sabe, esse é meu último ano de faculdade. Estou estagiando, escrevendo o TCC, e começando a estudar pra concurso (e futuramente talvez para o mestrado). Ou seja: é tanta coisa que não sei por onde começar. E, se eu não me organizar bem, perco o foco completamente.
Semana passada criei um instagram só pra compartilhar minha rotina de estudos e algumas dicas. Quem quiser seguir é só ir lá: @concursandapsi. Mas vamos logo para as dicas...

1. Planeje, planeje, planeje!: É muito importante começar o dia sabendo exatamente o que você precisa fazer. Seja numa agenda ou num cronograma feito especialmente pra isso, enumere as suas tarefas e comece sempre pela mais difícil. Eu já sei que de 21h às 23h minha concentração é menor para escrever e me sinto muito mais concentrada e produtiva. Por isso, quando preciso escrever textos, que exigem mais foco, escolho esse horário. Para leitura, já sou mais da manhã, então deixo para ler artigos e livros de 8h às 11h, por exemplo.

2. Crie o seu ambiente! Pode parecer óbvio, mas é muito importante criar um espaço de trabalho só seu. Já passei épocas trabalhando no sofá e com o computador sempre no colo. Além de ser péssimo pra coluna, você fica mais suscetível a distrações e não consegue se organizar. Se não puder ter um cômodo só seu, uma simples mesa com as suas ferramentas à mão já ajuda. Decore, coloque flores e encare sua mesa como o seu escritório. 
Aproveite a luz do dia (e economize energia), posicione sua mesa perto da janela, mas não com o sol direto nela, pois pode cansar a visão ao ler. Anoiteceu? Mantenha seu ambiente bem iluminado, prefira lâmpadas brancas e tenha uma luminária como a minha, por exemplo. Modelo da minha luminária: Taschibra TLM 04 Bivolt - Branca. Lâmpada Taschibra de led 9W (super potente).

3. Vista-se!: Nunca, jamais, em hipótese alguma, vá estudar de pijama. Não deixe que as tarefas de casa se confundam com as do trabalho. Tome um banho, coloque uma roupa e entenda que o seu horário de estudos está começando naquele momento.

4. Estabeleça horários: Eu adoro listas e cronogramas. Anoto tudo o que preciso fazer e estabeleço o tempo necessário pra cada função. Ler um livro de 9 às 10hrs, assistir uma vídeo-aula de 10 às 11hrs, escrever algo do TCC das 13 às 15hrs... e por aí vai. O mais importante é se manter fiel ao cronograma e cumprir todas as tarefas. Eu sou mais de papel mesmo, mas existem dois apps que ajudam muito nessa hora:


5. Técnica Pomodoro: Tá com dificuldade de se concentrar? Use a técnica Pomodoro. Basicamente você deve usar blocos de tempo menores, com intervalos, pra executar determinada tarefa e aumentar a sua produtividade ao máximo durante esse tempo. Vou começar a usá-la essa semana, depois posso fazer um post só sobre isso falando dos resultados e o que achei.

6. Livre-se das distrações: pra se concentrar você deve se livrar das intermináveis e sedutoras distrações. Facebook, Instagram, WhatsApp... Estabeleça horários pra interagir nas redes e desconecte-se completamente quando estiver trabalhando. Ah! Sabe essas milhares de abas que estão abertas aí no seu navegador? Feche todas e vá estudar!

7. Livre-se da bagunça: antes de começar a estudar separe todo o material que você vai utilizar e coloque na mesa ou próximo a você. Isso evita interrupções desnecessárias só para buscar e procurar o material. Na sua mesa devem ficar as ferramentas que você realmente usa. Livre-se de papéis e anotações que não servem pra nada e já deveriam ter sido descartados. Use e abuse de pastas (das mais simples até as sanfonadas). Organizadores de mesa e gaveta também são essenciais e ajudam muito a manter tudo no lugar. As chances de ter mais foco em ambientes organizados é muito maior.

8. Inspire-se: tenha uma frase para inspirar você, a foto de alguém especial, de um lugar que você queira conhecer, um bem a comprar ou um sonho a realizar. Isso vai ajudar você a se manter focado, mesmo quando estiver cansado.

9. Seja flexível: cumpriu todas as suas tarefas e ficou com tempo livre?! Vá passear! Fazer atividades ao ar livre, além de acalmar corpo e a mente, ainda são ótimos pra criatividade. Dizem que é justamente nos momentos de lazer que temos os melhores insights criativos!

10. Beba água!: O que a água está fazendo nessa lista? Beber água estimula o cérebro, te dá mais clareza e te ajuda a ser mais produtivo. Por isso, se você nunca lembra de beber água, coloque um despertador ou baixe algum aplicativo pra te ajudar. Tenha um copo térmico ou uma moringa sempre  por perto na mesa.

11. Feche o escritório: Finalizou todas as suas tarefas do dia? Então é hora de "fechar o escritório". Arrume a sua mesa e guarde todos os materiais. Não é porque você estuda em casa que deve passar 24 horas estudando.

É isso! Espero que tenha ajudado de alguma forma. Qualquer dúvida é só deixar aqui nos comentários que responderei com todo prazer. Um beijo grande!

Confira também:

10 janeiro 2016

Você respira corretamente? Conheça o Pranayama

Na agitação diária, do seu trabalho, da sua família, dos seus amigos, da sua casa, da sua cidade e ou de qualquer outro local que você costuma frequentar na sua rotina diária, raramento você se lembra de você e fica consciente do seu corpo (a não ser que ele te chame atenção através de alguma dor).

O Pranayama é conhecido como exercício respiratório. Mas é muito mais do que isso. Pranayama significa controle do Prana, a força da vida. Ou ainda, extensão e expansão da dimensão do Prana. Com as técnicas de pranayama podemos ativar e regular essa força vital, concentrando altos níveis dessa energia em nosso corpo sutil.

Tudo que está ao nosso redor possui Prana, a energia sutil. Por isso, nosso estilo de vida incluindo alimentação, atividades físicas, trabalho, sono e relações sexuais afetam a distribuição e o fluxo de Prana. As técnicas de Pranayama revertem a desvitalização dos órgãos e até pequenas disfunções metabólicas decorrentes de irregularidades no estilo de vida, alimentação inadequada e stress.

A maior parte das pessoas, respira incorretamente. O Pranayama prepara o indivíduo para treinar sua respiração, ampliando sua capacidade pulmonar. No corpo, podemos observar como consequência uma reeducação dos músculos da cavidade pulmonar e a ampliação na região torácica. Observamos ainda um estado de calma e tranquilidade, quando deixamos nossa respiração ritmica, lenta e profunda. A energia bloqueada em padrões mentais, muitas vezes inconsciente, é liberada, e o Prana flui livremente pelas Nadis (canais de energia por onde o Prana circula).

O Pranayamana é uma forma de trazer saúde para todo o nosso corpo e preparar nosso corpo-mente para a meditação. “Há uma conexão íntima entre a respiração, as correntes nervosas e o controle dos Pranas interiores ou forças vitais. O Prana se torna visível no plano físico, como movimento e ação, e no plano mental como pensamento. Pranayama é o meio pelo qual o yogue tenta realizar, dentro de seu corpo, toda a natureza cósmica e se esforça para atingir perfeição por acessar todos os poderes do Universo”, diz Swami Satyananda Sarasvati.

Indico ainda esses vídeos sobre respiração:






É isso, espero que tenham gostado! Contem nos comentários o que acharam. Beijos!

» texto | boa yoga

01 janeiro 2016

Metas para 2016


Vocês sabem que todo ano compartilho aqui com vocês as minhas metas para o ano que se inicia. E desse vez não vai ser diferente. Eu adoro me organizar em listas, acho que elas me ajudam a organizar o pensamento e não me perder em meio a tantas ideias. 
Dessa vez minha lista está bem reduzida e tentei colocar coisas mais palpáveis e fáceis de serem alcançadas. Com o tempo a gente vai aprendendo que às vezes é melhor sonhar alto sim, mas planejar pequenas coisas e ir tentando alcançá-las aos poucos, sem pressão. E é justamente isso que quero pra esse ano. Leveza.

  1. Montar meu cantinho de meditação 
  2. Começar uma coleção de chás importados ♡
  3. Tirar minha cidadania portuguesa
  4. Organizar a festa do Álvaro desde janeiro - comprar as coisas aos pouquinhos
  5. Frequentar a feirinha orgânica com frequência
  6. Procurar praticar algum tipo de exercício físico
  7. Comprar mais livros em sebo e pela Estante Virtual
  8. Não dormir mais de maquiagem
  9. Me organizar financeiramente
  10. Ir a mais congressos, palestras e simpósios de Psicologia
  11. Comprar uma mochila de camping
  12. Reduzir drasticamente a ingestão de transgênicos
  13. Organizar meus estudos e estudar com disciplina
  14. Voltar a ouvir músicas que me fazem bem
  15. Caminhar mais a pé
  16. Terminar o TCC, estágio e me formar lindamente!
  17. Conhecer um templo e/ou visitar um ashram (Pousada Dharma Shala, Centro de Meditação Vipassana - Dhamma Santi ou outro)
  18. Conhecer um novo parque estadual ou nacional com o Caio  
  19. Visitar e comentar mais em blogs amigos

O que não consegui ano passado e quero tentar de novo:
  1. Tirar carteira (ou carta) de motorista. Desse ano NÃO passa!!
  2. Fazer aulas yoga ou curso de inglês
  3. Beber mais água
  4. Praticar positive post-its

Passei a dar importância apenas ao que tem fundamento e a deixar de lado o que não me acrescenta nada ou não me faz bem. Interiorizei que o silêncio é de ouro, vou sempre até onde a força me permite e aprendi que há em cada um de nós um bocadinho mais de uma força que, muitas vezes, nem sonhamos existir.
Tenho mais paciência, mais tolerância e aprendi a perdoar quem me fez mal. Hoje sei que perdoar não significa manter na minha vida quem me magoou e está tudo bem.
Obedeço ao que me diz o coração, mas não esqueço de manter os pés no chão. Sei que é tão bom encontrar o meu caminho, mas aprendi a aceitar que não tem nada de errado se às vezes me perder. Mantenho sempre um sorriso na cara e não deixo de acreditar na vida, mesmo quando ela me fecha uma porta (ou várias).
E aprendi que não consigo abraçar o mundo inteiro, mas que é sempre possível abraçar algumas pessoas e fazer toda a diferença. - ❥- (Sofia Castro Fernandes)



Espero que tenham gostado da lista e se identificado com alguns pontos. Quais são as metas de vocês? Me contem nos comentários!


31 dezembro 2015

Gratidão, 2015


Um eterno reformar é necessário para moldar o amanhã. Quem eu fui já não condiz mais com quem eu sou hoje, de um jeito lindo e leve. Olhar as mudanças internas e externas no passado só aumentam a chama no coração de um futuro muito diferente do presente. Sempre mais forte, mais revigorado e melhor. Ninguém está no mundo para ficar parado ou andar para trás. A vida é a delicia de poder sempre ir mais para frente.
É preciso olhar pra dentro muitas vezes. É preciso se abster de certos alimentos, é preciso se abster de certos lugares, é preciso se abster de certas palavras. E é preciso se abster de certas pessoas. Porque é assim que cuidamos do nosso campo físico e espiritual para a chegada de novas águas, novas flores e novas borboletas no jardim. E o mais importante: é assim que fornecemos o melhor de nós para as que já habitam esse jardim permanecerem voando sobre ele. 
É tempo de fazer um balanço, de olhar para a vida e perceber que ela vai ter sempre dias doces e dias amargos, dias de sol e dias de trovoada. Pessoas que plantam sorrisos em nós e que nos devolvem a paz, e outras que chegam para nos ensinar a nunca sermos como elas. 
É tempo de fazer um balanço, de guardar os dias bons, de paz e de amor como quem guarda um tesouro. De deixar para trás todos os outros, confusos, nublados, cinzentos, como quem se livra de um enorme peso. É tempo de agradecer tudo o que temos de bom, acreditar na sorte da vida, na confiança que ela nos dá e na força que nos faz olhar sempre em frente e saber exatamente aquilo que tem de ser feito: começar de novo.
Hoje, mais do que nunca, é dia de agradecer e pedir paz, amor, serenidade, saúde e equilíbrio. Todo dia é dia, mas hoje a energia que pedirmos é a energia que teremos ainda mais, de dentro para fora e de fora para dentro, para um lado e para o outro, e para cima e avante! 
Em 2016 sejamos luzes que brilham na escuridão. ✨